Do Autor


21 julho 2011

Emoções

Talvez por ser véspera de partir  senti que tinha de partilhar contigo
                                            
Não é razão

Sentindo o que nasceu em mim transbordou uma gota
Flui no rio até ao oceano
Não se perdeu


Perdoa-me  isto realmente só meu






JFS, Alentejo






2 comentários:

VerboSentir disse...

Hoje as tuas palavras são "mensagens" insondáveis...
Emotivas eis que passeiam no meu íntimo de uma forma quase empática!
É mesmo um "castigo" SENTIR!
Beijito

J.F.S. - João Francisco da Silva disse...

O Sentir tem dessas coisas que tu incansável, impecável descreves, és uma fonte rica também para mim.