Do Autor


10 fevereiro 2011

Pergunto-te

Depois quis mas as perguntas
Ficaram-me na pele
O teu sorriso colado ao meu
E o sabor a canela em lábios secos ficaram




1 comentário:

Lita disse...

Quantas perguntas ficam no ar...
Quantas perguntas não são feitas!
Lindo!
(VerboSentir)