Do Autor


23 fevereiro 2011

Encanto no Silêncio



Delicados dedos tocam-me no silêncio
Os teus lábios dócil feroz dócil beijo ...

Esses olhos castanhos de dia
Verdes transparentes ao cair da noite
Correm por mim com doçura ...

Olho-te cego quando desnudas os ombros
E mil sonhos desenhas ...

Na sombra da luz danças de véu
Teus passos são da tua alma
E espelham na minha ...
 

Tua nudez queima as sombras
e os meus olhos




4 comentários:

Lita disse...

Toco-te com o "olhar" que vem de dentro, percorrendo-te neste sentir!
VerboSentir

J.F.S. - João Francisco da Silva disse...

E eu agradeço!
JFS

Brenda Oliveira disse...

Se isso for "poesia", que eu achava que não compreendia, agora eu entendo muito bem! hahah

Perfeito. Esse tipo de texto me desperta uma sensação boa... Faz lembrar do meu namorado, desejo.

Nota: Caro JFS, eu acho que não cheguei a te responder comentários assim... Mas é só pra deixar claro que eu sempre leio o que tu comenta dos meus textos, e gosto muito! Te agradeço pelas sábias palavras :)

Tu é uma das pessoas mais interessantes\inteligentes que me seguem, eu acho. Obrigada ^^

E bom fim de semana.

J.F.S. - João Francisco da Silva disse...

Ficou claro, e feliz fiquei! e feliz te seguirei ....

Bom fim de semana também para ti Brenda