Do Autor


05 abril 2012

AVÓ ... AVÓ ...

Redondinha
De cabelos brancos
Olhar brilhante vibrante
Sentada serena como uma pena
Do lenço branco tostões brotam
Sorte ...
Um sorvete ganhei

Avozinha








4 comentários:

Purinha disse...

Francisco, olho-te nos olhos e sorrio. Um beijo para a "Avó"

Rosa

Silva JF disse...

Um sorriso nasceu na minha boca ao mesmo tempo tocava no meu coração

Flor do sertão! disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Silva JF disse...

A criança em nós, um tesouro que os sábios só o descobrem após muitos anos de trabalho. Um sorriso mais sorrisos de saudade